Crise no Benfica Antes do Clássico - Jesus Deixa o Benfica

O Clássico - Parte II

O segundo Clássico de dezembro está quase à porta e o Benfica enfrenta uma crise a escassos 48 horas do jogo com o Porto, que terá lugar dia 30 de dezembro às 21:00. A partida referente à 16ª jornada da Primeira Liga tem com grande notícia a apresentação de demissão por parte do treinador das Águias, Jorge Jesus. O pedido foi aceite pelo presidente do clube Rui Costa e assim o técnico de 67 anos deixa o clube da Luz. Aqui vamos a esclarecer o porquê de tal decisão e o que vem a seguir.

O porquê do pedido de demissão por parte de Jesus

Recorde-se que o Benfica vem de uma derrota pesada no Dragão contra o Porto por 3-0 para a Taça de Portugal que deixou os adeptos dos Encarnados furiosos com o treinador, Jorge Jesus.

Aliada a essa derrota houve a derrota em casa contra o eterno rival da cidade de Lisboa, o Sporting Clube de Portugal. Na jornada 13 os Leões foram à Luz ganhar 1-3 e gerou-se a consternação geral em torno do treinador. Aliás, foi visto pela primeira vez lenços brancos e assobios vindos da bancada.

Entretanto, a passagem para os oitavos da Liga de Campeões apaziguou os adeptos do Benfica e a direção, já que o encaixe financeiro foi bom para o clube da Luz mas nem tudo estava calmo dentro do seio do Benfica.

O factor Flamengo

Antes de assumir de novo o cargo com treinador do Benfica, Jesus foi treinador do clube brasileiro Flamengo entre 2019-20 onde ganhou cinco títulos, incluindo o Brasileirão e a Copa Libertadores.

Em 2021 o "Fla" procura novo treinador em Portugal e Jorge Jesus foi contactado. Inicia-se uma vai-vem de rumores mas o treinador adjunto do Benfica João de Deus insiste que Jesus fica na Luz. Entretanto, o clube brasileiro contrata o selecionador polaco e também português Paulo Sousa como novo técnico, que não cai bem dentro do seio da federação polaca de futebol (a PZPN). Assunto arrumado? Tememos que não. O interesse de Jesus voltar para o Brasil causa mal-estar tanto na direção do Benfica como na massa associativa.

Pizzi afastado do plantel benfiquista

Portanto, a escassos 48 horas do Clássico entre o Porto e o Benfica surge a notícia do afastamento de um dos capitães do Benfica, Pizzi por motivos disciplinares. O brigantino tem sido pouco utilizado por Jesus esta época mas tem largamente cumprido quando tem sido chamado a jogo. Aliado a essa decisão de afastar o médio ofensivo, Jesus quer que Pizzi seja posta à venda no mercado de janeiro.

Mas o resultado desse afastamento foi o decontetamento do plantel encarnado para com Jorge Jesus. Como um dos capitães de equipa, tem o plantel do seu lado. Aliás, o presidente do Benfica Rui Costa pediu para que Pizzi seja reintegrado no plantel. Será que foi isso que levou ao pedido de demissão de Jesus?

O que se segue agora para o Benfica

Com a saida iminente de Jesus, o Benfica tem que procurar um treinador interino para o Clássico contra o Porto. Espera-se que o adjunto João de Deus, que orientou as Águias contra o Covilhã para a Taça da Liga e os Dragões na Taça de Portugal, irá sair juntamente com o treinador atual. Portanto, o treinador da equipa B do Benfica Nelson Veríssimo irá comandar a equipa contra o Porto na quinta feira e até ao final da presente temporada.

Entretanto, vale a pena monitorizar as casas de apostas como a Betano porque podem oferecer mercados especiais com odds para apostar em quem vai ser o próximo treinador do Sport Lisboa e Benfica.

Voltar ao início


Rui é um fanático de desporto que trabalha há mais de 10 anos na indústria desportiva, tanto na Inglaterra e em Portugal, portanto é fluente em português e inglês. Além de futebol, é adepto de NFL, AFL, ciclismo, ténis, dardos e até sabe as regras de cricket! Entretanto, a primeira paixão dele é mesmo o futebol, um amor que nutre desde criança já que praticou e vibrou com este desporto desde os quatro anos de idade.

Páginas populares

Artigos relacionados